-->

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Crispim, o Pirata que Tinha Medo da Água


Crispim tinha medo da água e a mãe dele chamou o médico. Como era muito difícil ser médico nessa altura gerou-se uma grande algazarra.
De repente o barco abanou e todos pensavam que era o Holandês Voador. O Holandês Voador era um pirata batoteiro que um dia jogou com o diabo e se ele ganhasse o diabo ajudava-o, e ganhou. Mas quando o diabo descobriu que ele tinha feito batota (tinha o trunfo na manga) amaldiçoou o barco e condenou a assombrar todos barcos até à eternidade. Se eles tivessem um encontro com o Holandês Voador tinham um encontro com a morte.
Mas de repente Joker Rabo de Peixe, um pirata com vista de lince, viu uma luz azul mas ninguém estava a ver.
Foi então que Crispim lançou-se à água em direcção à luz e de repente viu atrás de uma rocha a tal luz. E passou um cavalo-marinho que lhe perguntou que o levasse às costas, mas ele recusou porque os cavalos-marinhos são muito lentos, e ainda por cima ele estava a poucos metros dali.
Quando chegou viu o que estava por de trás da rocha. Estava uma concha que lhe dizia para ele a abrir. Depois de muito tentar conseguiu abrir. Lá dentro estavam pérolas azuis, então ele pegou nelas e foi-se embora.
Quando estava a ir embora ouviu uma voz que lhe perguntou porque é que ele a abanou. Quando se virou viu um ser maravilhoso, pequeno e bonito.
A menina era uma fada que lhe contou que estava ali presa há quinhentos anos.
E como conseguiu desfazer-se dos fantasmas? E o que podia a fada fazer para o ajudar?

1 comentário: